Camilo: dever de casa com bônus

Mais da Coluna Erivaldo Carvalho, do jornal O Otimista, desta quarta/16

Governadores Dória (SP) e Camilo (CE) com o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas: parceria em torno da vacina contra a covid-19


O governador do Estado, Camilo Santana, fiel ao estilo sóbrio e de olho na imunização da população cearense, vem deixando as discussões ideológicas de lado. Tem conversado/negociado com gregos e troianos.

O petista, que já deu outras demonstrações de potencial político nacional, faz o dever de casa. De outros desdobramentos e eventuais bônus, o tempo se encarregará.

Eleição, transição e gestão
A eleição de 2020 foi, profundamente, marcada pela pandemia. Do calendário, que teve de ser reelaborado, a regras sui generis da campanha, pela necessidade de distanciamento e outros protocolos.

Agora, em transição, as gestões que fecham as contas e as que recebem as chaves das prefeituras seguem na mesma toada.

Ou seja, todos os esforços estão sendo direcionados para ações – sanitárias, econômicas e sociais -, para combater ou minimizar os efeitos da presença do novo coronavírus entre nós.

É o tipo de transição que ninguém sabe até quando vai.