Campanha eleitoral: as primeiras impressões, variáveis e resultados

Da Coluna Erivaldo Carvalho, do jornal O Otimista, desta segunda/28:

Sede da Prefeitura e Câmara Municipal: objetos do desejo de centenas de candidatos

Com o bloco na rua, desde este final de semana, candidatos a prefeito e a vereador de Fortaleza dão, sem trocadilhos, os primeiros passos em busca do tão sonhado mandato. Animais de faro fino, fazem as primeiras visitas e cortejam os potenciais eleitores, numa tentativa de aferir a temperatura do ambiente que os aguarda. Enquadrados – espera-se -, nos protocolos de segurança quanto à pandemia, a maioria se esforça para aparecer bem na foto e vídeo. Ou seja, com uso obrigatório de máscara e sem aglomerações. É o mínimo de quem pretende ser ou se manter autoridade pública.

Atrás das linhas inimigas, entretanto, acontece o jogo pragmático, no qual tem mais chances de vitória quem melhor souber manusear a prancheta e suas intrigantes variáveis. Neste primeiro estágio da campanha na Capital, pelo menos duas estão entre as mais relevantes: o peso dos principais apoiadores e os primeiros resultados da propaganda no rádio, TV e internet. No primeiro caso, é possível mostrar mais ou esconder o cabo eleitoral de luxo – dependendo da situação. No segundo, não é tão simples, por envolver semanas de planejamento e produção, a muitas mãos e muito dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *