O resultado do 1º turno eleitoral e o drama de quem quase chegou lá

Capitão (Pros), Sarto (PDT) e Luizianne (PT): um dos três ficará de fora do segundo turno

De hoje a exatamente uma semana, na próxima segunda-feira (16), Fortaleza amanhecerá com somente dois candidatos, que disputarão entre si, diretamente, a sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). Outros nove concorrentes terão ficado para trás. Por um motivo simples: não terão voto suficiente para seguir. Para a maioria dos degolados pelas urnas nem surpresa será. Eles mesmos sabem muito bem que, palavrório de expectativas sobre si mesmos à parte, nunca tiveram chances reais. O dramático mesmo será para o terceiro lugar, competitivo, como mostram todas as pesquisas, que semanas atrás apostava que iria para a segunda etapa da disputa.

A primeira observação relevante sobre os dois candidatos que subirão de nível neste game democrático é que disputa direta, tête-à-tête, não significa, necessariamente, igualdade de condições. Tirando-se a divisão, meio a meio, do tempo de propaganda política, todas as demais variáveis que atuaram até aqui permanecerão no tabuleiro. E até com alguns agravantes. Exemplos: dada a expectativa de poder – e político vive disso -, quem vencer no primeiro turno é, em tese, mais atrativo para apoios dos ex-candidatos majoritários, além do magote de vereadores eleitos e reeleitos. Assim como na natureza, na política, a água costuma correr para o mar.

A restrição da campanha no rádio e televisão
Com senões pontuais, a média das pesquisas de intenção de voto vem mostrando regularidade e consistência na evolução dos postulantes a prefeito de Fortaleza. Do início de outubro até aqui, José Sarto (PDT) subiu, Capitão Wagner (Pros) oscilou para baixo na margem de erro e Luizianne Lins (PT) perdeu fôlego. Por conta da pandemia, a Justiça Eleitoral no Ceará proibiu atos de campanha que aglomere pessoas. Ou seja, tudo ficou, praticamente, restrito ao rádio, TV e internet. Não deixa de ser desfavorável a quem cresce fazendo política na rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *